Siga-me no Twitter RSS FEED

Tarot - Métodos de Tiragem - Parte 3


TIRAGEM DA CABALA

Este método de tiragem é conhecido como A Cruz e é o mais usado nas técnicas divinatórias em Tarot.


[1] Meta
[3]Passado       [5] Resposta     [4] Futuro
[2] Base

Some as cartas 1, 2, 3 e 4 e o número que resultar vai ser a carta de número cinco, que é a energia que passa.

Tente usar sempre a numerologia para melhor cômpor a resposta final. Mais detalhes veja estudo sobre Numerologia neste mesmo blog postado no mês passado. 

LEITURA DAS CINCO CARTAS

1) O consulente deve cortar o baralho e colocar a parte cortada para baixo, juntando-os novamente.

2) O consulente deve formular uma questão.

3) O consulente escolhe um número menor que 23. Tendo escolhido, o leitor conta as cartas até este número, separando do lado a que corresponde ao número escolhido. Esta carta deve ficar à esquerda do leitor.

4) Esta operação deve ser repetida três vezes até formar uma cruz na seguinte ordem: a segunda [2] carta à direita, a terceira [3] acima, a quarta [4] abaixo.

5) Após tal procedimento some os valores das cartas (número dos Arcanos ou Deuses). Caso este número seja igual ou maior que 23, some os algarismos novamente do número resultante. O resultado final indicará o número do Arcano ou Deus central.

Após formada a cruz, inicia-se a leitura com base na pergunta formulada. A leitura em questão se guiará pelas indicações das posições da carta, como se explica abaixo:

[1] Indica os prós, o favorável, o que se refere ao sucesso desejado.
[2] Indica os contras, o que não é favorável, o que se refere às armadilhas.
[3] Indica o Juiz, aquilo que é correto, as soluções justas.
[4] Indica a sentença, o desfecho, o resultado da questão.
[5] Indica o processo, os fatores que haverão de decidir a situação.
[3]
[1] [5] [2]
[4]

PRIMEIRA POSIÇÃO: O que esta a seu favor na questão, indica os prós, ou seja, pessoas e coisas que são favoráveis, o que deve ser feito para obter o sucesso desejado, qual é a qualidade do consulente que deve prevalecer no momento.

SEGUNDA POSIÇÃO: Indica os contras, o que está agindo direto sobre você, pessoas e coisas desfavoráveis, aquilo que não deve ser feito, as armadilhas a evitar, o inimigo que cria obstáculos.

TERCEIRA POSIÇÃO: Indica o juiz, o que é correto fazer, qual é a solução justa da situação.

QUARTA POSIÇÃO: Indica a sentença, anuncia o desfecho, prevê o resultado da questão.

QUINTA POSIÇÃO: É a síntese, mostra os fatores que intervieram e determinaram a solução final, é a confirmação do desfecho final.
Para que a resposta seja precisa, o consulente deve se concentrar muito bem na sua pergunta e formulá-la de forma clara, concisa e sem ambigüidades.














AS SETE CARTAS (Tarot tradicional)


Este método é prático e muito rápido, principalmente quando se deseja obter uma resposta de sim ou não, neste caso são usados os Arcanos maiores e menores.

O consulente deve embaralhar primeiramente o maço dos Arcanos menores, da onde o leitor tira 11 cartas de cima e as coloca sobre o maço dos arcanos maiores, agora o consulente deve embaralhar as 33 cartas que serão usadas na leitura, com o pensamento firme na pergunta.

O leitor toma então o maço e abre as sete cartas superiores, da esquerda para a direita, se a primeira carta estiver invertida, o leitor deve virar todas as outras. Se das sete cartas, quatro ou mais estiverem invertidas, a resposta será não, ou o fato esperado vai demorar muito para acontecer.

PRIMEIRA POSIÇÃO: Passado distante, revela os fatos principais que ocorreram na vida passada do consulente e que estão influindo sobre os acontecimentos do presente, ela mostra a origem do fato.

SEGUNDA POSIÇÃO: Passado imediato, mostra fatos ou situações ocorridos recentemente na vida do consulente, que podem já ter terminado ou estar em vias de terminar.

TERCEIRA POSIÇÃO: Influências presentes, geralmente ligada à anterior, revela acontecimentos ou influências que estão agindo no momento sobre o consulente, afetando sua vida, suas perspectivas ou suas atitudes.

QUARTA POSIÇÃO: Obstáculos presentes, mostra se existe algum obstáculo ou risco para o consulente, uma carta a primeira vista favorável pode representar um influência frívola ou supérflua, como uma diversão ou uma atitude inconseqüente, que está agindo sobre o consulente, impedindo-o de enfrentar o problema com objetividade.

QUINTA POSIÇÃO: Perspectivas presentes, esta é a soma da 3 e 4 o resultado delas, indica as possibilidades que se descortinam para o consulente no momento atual, tendo em vista as influências que o cercam.

SEXTA POSIÇÃO: Influências futuras, esta carta quase sempre se liga à anterior e dela depende a realização ou não das perspectivas do consulente, revela a influência que esta começando a agir e que decidirá os fatos no futuro próximo.

SÉTIMA POSIÇÃO: Resultado futuro, este arcano representa a culminação, a resposta final a pergunta feita, desde que as influências mostradas pelas cartas anteriores não se alterem.


[1][2]   [3][4][5]   [6][7]

Outra forma de tiragem é a primeira, segunda e terceira posição, significando: passado, presente e futuro respectivamente, lembrando-se de verificar as energias que passam de uma carta a outra: somando-se e diminuindo-se.

Depois a quarta posição é a visão consciente, assuntos específicos que você deve se concentrar mais para a realização esperada; a quinta posição é a visão inconsciente, os aspectos indiretos em sua vida; a sexta posição significa o resumo e o desafio à vencer e a sétima posição e última representa a visão do taro, isto é, a resposta.



LEITURA DAS DEZ CARTAS
Este método, ao contrário do anterior é mais abrangente e complexo, abordando um número maior de variedades, tais como influências passadas, fatores externos e outros.

Procedimento:
1) Enquanto embaralha as cartas, o consulente deve mentalizar a pergunta.
Após isso deve cortar o maço.


2) O leitor deve juntar e começar a pôr as cartas sobre a mesa, como mostra a figura. Após ter colocado todas as cartas, ele deve virá-las uma de cada vez, de forma decrescente.

Significado das posições:
[1] A situação presente, esta posição indica a atmosfera física e espiritual que envolve o consulente no momento da consulta. Também pode representar a pessoa (ou pessoas) a respeito da qual o consulente fez a sua pergunta.

[2] A influência imediata, o obstáculo ou o que está em sua cabeça, esta carta "corta" a anterior, significando os obstáculos, as situações ou pessoas que estão afetando diretamente a vida do consulente. Em geral ela representa a natureza real do problema que motivou a consulta ao tarot.

[3] O consulente perante o problema, a meta e seus objetivos futuros, mostrando como o consulente se coloca frente ao problema, ou seja, seus pensamentos, sentimentos, e reações à situação na qual está envolvido.

[4] As determinações do passado, a raiz, a base, esta posição assinala os acontecimentos, pessoas e emoções do passado que influenciam diretamente na situação em que se encontra o consulente.

[5] O que o consulente desconhece, seu passado mais recente. Essa posição está relacionada com aqueles aspectos da situação ou do problema que o consulente ignora. Em alguns casos, o Arcano aqui colocado revela elementos muito importantes, cujo desconhecimento impede o consulente de chegar a uma solução favorável do conflito.

[6] As influências do futuro imediato, a carta desta posição antecipa as circunstâncias e os acontecimentos que vão se manifestar no futuro próximo e que inevitavelmente, terão grande influência na situação.

[7] O futuro da questão novamente, o consulente. A carta aqui localizada revela características de sua personalidade, sua estrutura emocional, seus principais traços de caráter e também sentimentos.

[8] Representa os fatores externos, as relações que atuam e circundam, no agora, a situação do consulente. Fatores ambientais, resumo, mudanças em seu meio. Representa os diversos aspectos externos e as pessoas que estão diretamente relacionadas com a situação do consulente. De certa maneira, a carta confirma ou esclarece o significado da carta localizada na casa 1. Ou complementa a segunda casa.

[9] Indica os caminhos a serem seguidos. O caminho do destino, desafio à vencer, seu estado emocional, a carta que aparece nesta casa dá indicações sobre o rumo a ser seguido para o consulente alcançar o sucesso. Às vezes, pode revelar mais de um caminho para isso.

[10] Representa a síntese final. Resultado final, resposta, a carta desta posição representa a culminação de todo o processo, ou seja, quais serão os resultados e o desfecho da situação.
[10]
[3] [9]
[6] [1] [4]   [8]
[2] [7]
[5]



SINASTRIA

Embaralha-se as cartas e se faz duas pequenos caminhos, ou trilhas sobre a mesa. A primeria se refere a pessoa, a segunda se refere ao outro.
EU [1] [2] [3] [4] [5] [6] [7]

TU [7] [8] [9] [10] [11] [12] [14]

Interpreta-se da seguinte maneira:
1) O amor do casal;
2) O dinheiro;
3) O diálogo;
4) O lar;
5) A afinidade;
6) A rotina ou desenvolvimento;
7) O destino de cada um dentro da relação.

É muito interessante poder utilizar esse método de tiragem com um mapa de sinastria astrológica ou mapa composto tipo Davison. As 7 cartas de cada um deve ser posicionada e interpretada conjuntamente com os 7 primeiros planetas de cada nativo.


Nota: Quanto mais simples é o Método de Tiragem, mas simples deve ser o assunto a ser abordado. Quanto mais complexa a resposta a ser revelada, mais o Método deve ser complexo, para que se possa abranger de forma satisfatória o máximo possível da previsão.
Cada carta tem seu valor, cada carta tem sua ordem, cada carta tem sua hierarquia dentro do Tarot. Isso jamais deve ser deixado de lado. Se, por exemplo, sair uma carta do Julgamento, a última dos Arcanos maiores, e sair logo após a Estrela, outro Arcano maior, mas à frente da carta do Julgamento, deve-se perceber que existe um caminho para a iluminação ou para a conquista aqui, mas que deve ser pesquisada ou encontrada no final de uma trilha, pesquisa, demanda, etc... E assim se deve proceder sucessivamente.

Apesar dos métodos apresentados, cada tarólogo deve aprender a realizar sua própria tiragem particular. A intimidade com as cartas fará com que o tarólogo encontre de forma sempre simplificada as respostas mais complicadas. 

Sempre anote suas respostas, principalmente se for você a querer as respostas, e depois, mais calmo, tente perceber as respostas. 

Ao anotar, você tentará encontrar a analogia adequada com o acontecimento e a simbologia da carta. 

Cada símbolo tem uma resposta particular no inconsciente de cada pessoa. Antes de dizer a resposta ao consulente, é sempre bom perguntar o que a carta transmite à pessoa.

Espero ter ajudado a todos que amam o tarot e vêem neste antigo sistema oracular uma forma prática de vivenciar seu livre arbítrio. 

Nosso próximo estudo será uma viagem dentro das mitologias nórdicas e por fim nas Runas, minha outra paixão. 

Que este dia seja iluminado...

ARANEL DIOR.


0 comentários :

Post a Comment

Aranel Ithil Dior